Como otimizar suas campanhas do Google Shopping – PARTE 1

Então, você sabe tudo que você pode fazer para melhorar o desempenho do Shopping?

Nessa série de artigos, eu vou te mostrar 7 formas de otimizar suas campanhas, reduzir seu custo por venda e ganhar mais dinheiro!

Vamos lá:

1. Limite de redes

Essa é a mais fácil. Quase todo mundo sabe que as opções padrões do Google Ads muitas vezes podem piorar o desempenho da sua campanha.

No shopping não é diferente.

Quando você cria uma campanha do Google Shopping, vem selecionado duas opções automaticamente: Parceiros de pesquisa e exibir no Youtube e na Rede de Display.

Simplesmente desmarque-as. Por quê?

Por isso:

  • Parceiros de pesquisa do Google: isso permite que seus anúncios do Shopping sejam exibidos em sites parceiros de pesquisa. Isso até pode ser interessante, mas não no início.
  • YouTube e Rede de Display: isso fará com que seus anúncios sejam exibidos no YouTube ou em sites de terceiros. A razão pela qual isso é tão prejudicial é que a maioria das pessoas que verá seus anúncios NÃO está procurando por esses produtos. Isso significa que a probabilidade de fazer uma venda é muito baixa.

Desativá-los aumenta a qualidade das pessoas que veem seus anúncios.

2. Adicionar palavras-chave negativas

No Google Shopping, você não precisa (nem pode) adicionar nenhuma palavra-chave. Mas você tem a opção de adicionar palavras-chave negativas para garantir que você não apareça em determinadas buscas.

Primeiro, vamos analisar para quais buscas seus anúncios estão aparecendo. Você pode encontrá-los no relatório Termos de pesquisa.

Este relatório mostra todas os termos de pesquisa que acionaram seus anúncios.

E aqui está os 3 tipos de termos que você vai analisar:

A) Termos de pesquisa irrelevantes

Esses termos são os mais fáceis de negativar. São pesquisas que não têm nenhum valor para o seu negócio.

Podem ser pesquisas de produtos que você não vende. Ou cores ou variações de um produto que você não possui em estoque.

Esses cliques são equivalentes a jogar dinheiro no lixo. Portanto, adicione-as às suas palavras-chave negativas para garantir que você não pague por essas pesquisas.

Além desses termos irrelevantes, você encontrará outras consultas de pesquisa neste relatório que não são completamente inúteis, mas é mais difícil dizer se você deve pagar por esses cliques.

B) Termos de pesquisa do concorrente

Os termos de pesquisa do concorrente são aquelas que incluem o nome de um concorrente.

Alguém que pesquise por um produto + “nome do concorrente” tem pouca probabilidade de comprar de você.

Por isso, cuide bem desses termos. Talvez isolando-os numa campanha separada.

Enfim, fique esperto!

C) termos de pesquisa muito genéricas

Outro grupo de termos que você verá no relatório de suas campanhas são termos muito genéricos.

Geralmente, eles tem baixo CTR e nenhuma conversão, ou custo por conversão muito alto.

É uma palavra-chave que não é irrelevante, mas é apenas uma das descrições mais genéricas da categoria de um dos produtos que estamos vendendo.

Taxas de cliques muito baixas também refletirão negativamente no índice de qualidade dos seus anúncios de produtos, e é por isso que você deseja evitá-los.

Portanto, se você estiver em um nicho competitivo, provavelmente desejará ficar longe dessas palavras-chave de cauda curta com grandes volumes de pesquisa. Você pode adicioná-los como correspondências exatas negativas à sua campanha de pesquisa.

No começo, será muito trabalhoso, pois você verá muitas palavras-chave semelhantes surgindo. Mas continue adicionando essas palavras-chave de alto volume / baixa intenção e seus volumes diminuirão.

O que você faria, no melhor cenário, era isolar essas palavras chaves em uma campanha, e dar lances menores.

Mas Pedro: nas campanhas do Shopping não da para escolher palavras chaves!

Sim, eu sei. Porém, há uma forma de escolher quais palavras chaves você quer em cada campanha.

Mas isso é outro assunto… (se quer saber mais, pesquise no Google “funil no google shopping”).

Por hoje era isso.

Amanhã vou postar a parte 2.

Se isso te ajudou, comente, compartilhe e curta (para retribuir a ajuda).

Lembrando que estou disponível para tirar suas dúvidas!!

Publicado por Pedro Gusferva

Sou especialista em Google Ads e Face Ads para e-commerce. Analista de Marketing para E-commerce certificado pela ComSchool, e full-certified Google Ads. Especialista em Google Ads, Google Analytics e Marketing Digital pela Udacity. Eu faço meus clientes venderem mais nos seus e-commerces!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: